Como melhorar o seu LinkedIn para encontrar emprego

Na hora de procurar emprego é preciso ter as armas limpas e conhecer bem os alvos para os quais queremos disparar. Ou seja, de nada lhe vale ter um currículo igual aos outros e enviá-lo de forma repetitiva e aborrecida para os recrutadores.

Diferenciação é uma das chaves do sucesso e, apostar nos perfis das redes sociais pode ser uma boa ajuda. O LinkedIn é a rede social ideal para perfis profissionais e que o ajuda a entrar em contacto com o mundo laboral.

 

Como melhorar o seu LinkedIn para encontrar emprego

 

1. A força da fotografia

A fotografia é o primeiro impacto do perfil, por isso vale a pena apostar nela e até ter uma fotografia tirada por um profissional, embora recomendado, é opcional. É muito importante que esta fotografia seja formal e reflita o candidato e que na mesma a roupa e os acessórios usados sejam idênticos aos que utilizaria no contexto profissional.

2. O papel do headline

É fundamental definir a sua audiência e transmitir de modo sucinto o que o distingue, com o seu toque pessoal, e que possa ser relevante para o recrutador. Incluir a função que exerce e as áreas que domina podem ajudar a aumentar as hipóteses de ser incluído em pesquisas de potenciais recrutadores.

3. A experiência profissional

Na hora de recrutar, as empresas valorizam as experiências profissionais bem detalhadas, um histórico claro da carreira em cada empresa por onde o candidato passou, o título da função e os detalhes sobre as responsabilidades e os respetivos resultados.

como usar o linkedin para encontrar emprego

4. Descrição da empresa

Incluir a descrição da empresa onde se trabalhou também pode ajudar, sendo que muitas vezes este aspeto é uma mais-valia.

5. Criar rede e interagir

Na vida pessoal como na profissional, é importante identificar as pessoas certas para a rede profissional, aprender a partilhar conteúdo útil e construir relações duradouras. É fundamental saber quais as pessoas que poderão aportar valor à rede do candidato. Tipicamente, líderes do setor de trabalho, clientes, colegas e recrutadores são um bom primeiro passo e partir daqui é importante estabelecer o critério para a expansão da rede, mantendo a máxima de qualidade melhor do que quantidade.

6. Saber qual o conteúdo a partilhar

Partilhar conteúdo é das formas mais eficazes de um candidato se destacar. É importante começar por comentar e partilhar com regularidade conteúdos/tópicos relevantes para o candidato, assim como partilhar as próprias ideias sobre esses mesmos temas e acompanhar se a interação em rede cresce.

7. Recomendações

Desta forma os recrutadores podem ver que o candidato traz valor-acrescentado para as empresas e que trabalhar com determinada pessoa é uma experiência positiva. As referências vão reforçar o alinhamento do perfil social com a proposta de valor do candidato, pelo que é importante solicitar recomendações às respetivas conexões que valorizam o trabalho ou serviços, sendo colegas, clientes ou chefias um bom começo.

FONTE: Dinheiro Vivo

Quer receber as nossas ofertas de FORMAÇÃO e EMPREGO directamente no seu email? Então subscreva inserindo o seu endereço de email abaixo:

NOTA: Para poder receber as nossas actualizações deve clicar no link de confirmação que irá receber no seu email.

Author: Formação & Emprego

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *