Como responder à pergunta “Quais os seus pontos fracos?” na entrevista de emprego

Responder à pergunta “Quais os seus pontos fracos?” numa entrevista de emprego é uma tarefa muito difícil.

Por esta altura, já explicou ao recrutador quais as suas competências e pontos fortes. Mas falta ainda a responder à questão mais temida.

O que o recrutador pretende perceber é a forma como ultrapassou obstáculos no passado. “Será que este candidato se consegue adaptar e melhorar?”.

Para o recrutador, é importante saber se as críticas construtivas surtirão efeito, isto é, se o profissional melhorará pontos menos positivos.
Não fique nervoso. Saiba como falar sobre as suas fraquezas, segundo a Forbes.

1. Conheça as suas fraquezas:

Conheça devidamente os seus pontos fortes e fraquezas. Se possível, peça a amigos e familiares para lhe apontarem defeitos que possam ter impacto a nível profissional.

2. Seja honesto, mas não mencione skills necessários para a função:

Todas as suas respostas devem ser honestas. É importante, no entanto, que não mencione como fraqueza a falta de uma competência obrigatória à função a que se candidata (por exemplo: dizer que não é pontual, quando a vaga implica reunir com Clientes frequentemente).
Para evitar mencionar uma fraqueza que acabará com as hipóteses de ser escolhido, reveja o anúncio de emprego.

entrevista de emprego perguntas dificeis

3. Na entrevista de emprego, explique como ultrapassou os seus pontos fracos:

Não mencione fraquezas que ainda está a tentar ultrapassar. Opte por demonstrar a forma como se apercebeu de um ponto fraco, o que fez para melhorar e o resultado. Por exemplo: “Tenho alguma dificuldade com a ortografia. Por isso, tenho sempre um dicionário online aberto. Assim, garanto que nunca dou erros.”

4. Não prepare integralmente uma resposta:

Esteja preparado para responder a todas as perguntas da entrevista de emprego. Modifique o seu discurso de acordo com o recrutador e o rumo que a conversa está a seguir. Se a sua resposta for muito ensaiada poderá não parecer natural, o que deixará o empregador de “pé atrás.”

5. Mencione somente fraquezas a nível profissional:

O que interessa ao recrutador é a forma como ultrapassou uma fraqueza a nível profissional. Não fale das suas fraquezas a nível pessoal.

6. Não diga “sou perfeccionista” ou “trabalho demais”:

As respostas mais comuns são “sou perfeccionista” ou “trabalho de mais”… mas a realidade é que raramente estes são pontos fracos. Seja franco e mencione uma fraqueza real. Não se esqueça de falar na forma como solucionou o seu problema!

Os recrutadores sabem que ninguém é perfeito! Durante a entrevista de emprego demonstre a forma como ultrapassou as suas fraquezas. Esteja preparado para a pergunta mais difícil!

Quer receber as nossas ofertas de FORMAÇÃO e EMPREGO directamente no seu email? Então subscreva inserindo o seu endereço de email abaixo:

NOTA: Para poder receber as nossas actualizações deve clicar no link de confirmação que irá receber no seu email.

Author: Formação & Emprego

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *