Conheça os cursos que dão mais e menos emprego

A Direcção-geral do Ensino Superior actualizou a informação relativa à taxa de desemprego de todos os cursos superiores. Ao todo são 37 os cursos com taxa de desemprego de 0%. De acordo com a actualização mais recente divulgada no Portal Infocursos.

No topo está um curso da Universidade do Algarve (Línguas e Literatura) e dois da Universidade de Aveiro (Psicologia e Ciências Biomédicas); Medicina da Universidade da Beira Interior; Farmácia e Biomédica e Medicina da Universidade de Coimbra; Medicina e Matemática, ambos da Universidade Nova; Medicina da Universidade do Minho; Ciência de Computadores e dois de Medicina da Universidade do Porto; Línguas Aplicadas da Universidade Aberta; Matemática e as Matemáticas Aplicadas (Economia e Gestão e outro curso de aplicadas à Computação); Engenharia e Geologia todos da Universidade de Lisboa; Teologia da Universidade Católica; Engenharia Informática da Lusíada; Enfermagem da Universidade Fernando Pessoa; Engenharia Informática do Instituto Politécnico de Castelo Branco; entre outros.

Do lado oposto. Do lado dos que maior taxa de desemprego têm (superior a 20%) estão o curso de Arquitectura da Escola Superior Artístico do Porto; Serviço Social da Lusófona do Porto; Criminologia e Ciências da Comunicação da Universidade Fernando Pessoa; Teatro e Artes Performativas da Universidade de Trás-os Montes e Alto Douro; Design de Comunicação da Escola Universitária das Artes de Coimbra; Arquitectura da Lusíada-Norte; Turismo (Escola Superior de Tecnologias de Fafe); Animação e Produção Artística do Instituto Politécnico de Bragança; Gestão Comercial e Contabilidade (da Universidade Fernando Pessoa); Engenharia Zootécnica do Instituto Politécnico de Bragança; Design e Animação Multimédia do Instituto Politécnico de Portalegre; Serviço Social do Instituto de Serviço Social do Porto; Teatro e Educação do Instituto Politécnico de Coimbra; Línguas e Relações Empresariais da Universidade de Trás-os-Montes; Psicologia da Universidade do Minho; Animação Cultural do Instituto Politécnico de Viseu; Sociologia da Universidade do Minho; Engenharia Civil do Instituto Politécnico de Castelo Branco; Psicologia da Universidade do Porto, entre outros.

Não consta de nenhuma das listas qualquer curso de Direito.

Matemática aplicada do ISEG com 100% de empregabilidade

O ISEG comunicou hoje à tarde que a Licenciatura em Matemática Aplicada à Economia e à Gestão (MAEG) do ISEG tem 100% de empregabilidade, ao não ter registado qualquer desempregado, no IEFP.

As Licenciaturas em Gestão, Finanças e Economia estão entre as formações com maiores taxas de empregabilidade em Portugal, com taxas a rondar os 95%

As licenciaturas em Gestão, Finanças e Economia do ISEG contam igualmente com elevadas taxas de empregabilidade, onde apenas 4,3%, 4,5% e 5,5% dos alunos recém-diplomados, respectivamente, se registaram nos centros de emprego.

cursos superiores com menor taxa de desemprego

FONTE: Económico

Quer receber as nossas ofertas de FORMAÇÃO e EMPREGO directamente no seu email? Então subscreva inserindo o seu endereço de email abaixo:

NOTA: Para poder receber as nossas actualizações deve clicar no link de confirmação que irá receber no seu email.

Author: Formação & Emprego

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *