10 dicas para mudar de emprego em 2017

A revista TIME elaborou uma lista com sugestões para desempregados ou para quem está a considerar mudar de trabalho em 2017.

O início do novo ano é sempre uma altura de reflexão e tomada de decisões. É a época do ano em que, provavelmente, mais pessoas pensam em deixar de fumar, em perder peso, em mudar algum aspeto da sua vida. Uma das grandes decisões é a mudança de emprego.

Se está a considerar trocar de trabalho, principalmente se desempenhou a mesma função numa empresa durante vários anos, há vários fatores que deve considerar, desde os métodos disponíveis para encontrar vagas até à elaboração da candidatura.

A lista abaixo, elaborada pela revista norte-americana TIME, deixa-lhe dez sugestões, que se aplicam tanto a desempregados como a quem está a considerar mudar de trabalho no próximo ano, que podem facilitar a concretização da desejada mudança.

dicas para mudar de emprego em 2017

10 dicas para mudar de emprego em 2017

1. Fale com amigos e familiares

Pergunte aos amigos e familiares se sabem de oportunidades, pode ter sorte.

2. Valorize-se. Aumente os seus conhecimentos

Invista em desafios que o ajudem a aumentar as suas competências, como workshops na área que lhe interessa. Inscrever-se em palestras ou tornar-se membro de uma associação pode também ser uma mais valia.

3. Procure o que o faz feliz

Se está a pensar mudar de emprego, em primeiro lugar deve identificar as razões que o levam a considerar essa decisão. O que o faria feliz? Trabalhar numa empresa maior ou mais relevante? Sente que está estagnado e precisa de desafios? Isolar o que é mais importante vai ajudá-lo a identificar e excluir empresas durante a sua procura. Tente ignorar um pouco a parte do salário durante esta consideração.

4. Mostre que é a pessoa indicada para aquele trabalho

Procure saber qual é o valor salarial que corresponde à posição que procura e não deixe que o empregador baixe o valor por questões de género ou idade. Faça valer a sua posição, use os seus trunfos para conseguir negociar o seu contrato e mostre que é a pessoa indicada para o cargo. Tem de conseguir que o entrevistador perceba que é o candidato com as qualificações adequadas para desempenhar as tarefas da posição em aberto.

5. Atualize o currículo

Esta dica pode parecer cliché, mas não nos referimos à simples atualização depois de alguns anos no mesmo emprego. Se tem alguns anos de carreira, considere remover os seus primeiros empregos ou estágios, uma vez que a sua experiência já não depende do que aprendeu nessa altura. Os anos que já dedicou à sua profissão valem por si.

6. Elimine competências que advêm da sua personalidade

Já que falamos do CV, a especialista em currículos, Laurie James, citada pela TIME, aconselha a retirar a maioria da palavras ou frases que descrevam a sua personalidade, como “adapto-me facilmente”, “determinado”, “empreendedor”. Considere, da mesma forma, que “people skills” lista no CV. Essas, diz Laurie James, devem ser mencionadas numa carta anexa e não no currículo.

7. Destaque as suas competências informáticas

Numa altura em que as competências informáticas são cada vez mais importantes – talvez fundamentais – essas devem ter cada vez mais relevância no seu currículo e entrevistas de emprego. Mais do que referir as ferramentas de texto ou cálculo (a não ser sejam cruciais para a função) deve referir programas específicos, desenvolvidos a pensar na sua área, nos quais sabe trabalhar.

8. Use o LinkedIn

O LinkedIn é uma rede social com milhões de utilizadores, desenvolvida para ligar empregadores e candidatos. Deve manter a sua página nesta rede atualizada e com informação detalhada, pois as entidades empregadoras procuram cada vez mais potenciais funcionários nesta plataforma. Nas definições, até pode selecionar uma opção que sinaliza a sua disponibilidade para ofertas, sem que isso fique visível para a sua empresa.

9. Crie um site

Porque um currículo ou uma página do LinkedIn não mostram os seus trabalhos, pode sempre apostar num site próprio. Esta dica é especialmente útil, por exemplo, se procura trabalho nas áreas do design, publicidade, edição/produção de áudio e vídeo.

10. Use o telemóvel

Aplicações gratuitas como a “Net empregos” ou a “Trovit emprego” listam milhares de ofertas publicadas na internet por empresas que procuram candidatos. Através do seu smartphone pode aproveitar os tempos mortos do dia, como as viagens de transportes, para pesquisar por novas ofertas na sua área e candidatar-se diretamente a uma vaga. Em vez de procurar em vários sites diariamente, algumas destas aplicações têm sistemas de alertas, para quando surgem vagas para a profissão que selecionou previamente.

Quer receber as nossas ofertas de FORMAÇÃO e EMPREGO directamente no seu email? Então subscreva inserindo o seu endereço de email abaixo:

NOTA: Para poder receber as nossas actualizações deve clicar no link de confirmação que irá receber no seu email.

Author: Formação & Emprego

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Quer Receber as Futuras Ofertas de Emprego por Email?

Então registe-se GRATUITAMENTE colocando o seu EMAIL Abaixo e clicando no botão "Quero Receber":

Email:

You have Successfully Subscribed!